Home
 
AROUCA VENCE PRÉMIO GEOCONSERVAÇÃO 2017, COM PROJETO DE GEOTURISMO ATIVO PDF Imprimir e-mail

Image

Será entregue amanhã, sábado, dia 22 de abril, às 11:00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Prémio Geoconservação 2017 ao Município de Arouca. O prémio reconhece o projeto de Geoturismo Ativo, e foi atribuído por um júri que envolve entidades nacionais e estrangeiras ligadas ao património natural. Dia 22 de abril comemora-se o Dia Mundial da Terra e assinala-se o 8.º aniversário da adesão do Arouca Geopark às redes europeia e global de geoparks (hoje, Geoparks Mundiais da UNESCO).

Este prémio é uma iniciativa da ProGEO Portugal – Associação Portuguesa para a Conservação do Património Geológico, que para o júri do prémio convidou também elementos da Associação Portuguesa de Geólogos, do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, da National Geographic Portugal e da tutela europeia da ProGEO.

Em apreço estiveram candidaturas de oito municípios, mas o júri distinguiu o vencedor por «todo o trabalho desenvolvido no âmbito do Arouca Geopark, nomeadamente com os projetos Rota dos Geossítios e Passadiços do Paiva».

Sendo esta a segunda vez que Arouca recebe o Prémio Geoconservação, já antes conquistado em 2008, a vice-presidente da Câmara Municipal encara a presente distinção como uma boa forma de celebrar o Dia Mundial da Terra, assinalado este sábado.

«Estamos particularmente satisfeitos com este prémio, essencialmente por duas razões. Uma, prende-se com o facto de o recebermos pela segunda vez, no Dia Mundial da Terra e numa altura em que comemoramos o 8.º aniversário da entrada do Arouca Geopark nas redes europeia e global de geoparks (hoje, Geoparks Mundiais da UNESCO). Outra, pelo facto de assinalar, de forma muito positiva, o nosso trabalho em prol do desenvolvimento sustentável, com base na geoconservação, na geoeducação e no geoturismo», referiu Margarida Belém, vice-presidente da Câmara Municipal de Arouca.

Além da candidatura do município de Arouca, também foram analisadas as propostas dos concelhos de Lousada, Nisa, Penacova, Ponte da Barca, Ribeira Grande, Sintra e da Associação de Municípios do Parque das Serra do Porto (que abrange Gondomar, Paredes e Valongo).

A ProGEO Portugal revela que, na sua avaliação, «foram privilegiadas as candidaturas que refletem um trabalho já concretizado, centrado nos geossítios propriamente ditos e demonstrando um claro empenho de disponibilização de recursos das autarquias na defesa do património geológico».

 
 
 
Regeneração Urbana
 
Em Arouca Acontece
 
Blogue do Ambiente
 
Portal SIGA

 
Portal do Cidadão Surdo

 
Arouca no Google Earth

 
Inquérito online
 
 
 
© Câmara Municipal de Arouca | Desenvolvido por [+|-] Energica