Home
 
FESTIVAL DE ARTES DE RUA DE AROUCA EM ANO DE AFIRMAÇÃO PDF Imprimir e-mail

Image

De 30 de junho a 2 de julho, a arte volta a sair à rua e a afirmar-se no espaço público, em Arouca. É mais uma edição do Festival de Artes de Rua de Arouca (FARA), numa edição em que procura afirmar-se como uma referência regional e, localmente, unir performers e público. O evento, organizado pelo Teatro Experimental de Arouca e pela Câmara Municipal, permite acesso livre às 30 apresentações (com 6 estreias absolutas e 2 estreias nacionais), com 71 artistas de 14 companhias, de três países (Portugal, Espanha e Itália). Durante os três dias de festival haverá apresentações e intervenções de rua, nas áreas de teatro, teatro físico, novo circo, intermédia, performance, clown e música. 

Mais informações em:
WWW.FACEBOOK.COM/FESTIVALTEATROAROUCA/
 
 
DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

Exploradores da Serra, uma proposta do Teatro do Montemuro. A sua atuação tem corrigido assimetrias culturais, levando ao público espetáculos executados com rigor, seriedade, profissionalismo, mas acessíveis a todos, desde um advogado a um lavrador. Distinguem –se pela autenticidade e originalidade dos seus textos, plástica, música e também pelo trabalho dos atores que assenta na verdade, na emoção, na alegria e na fisicalidade levada à exaustão.

Attenti quei due, da Compagnia La Fabiola chegam-nos de Itália acompanhados de um fantoche extremamente sofisticado, animado por um complexo sistema de cordas que lhe permitem mover o corpo e também todos os detalhes do rosto interagindo com o público de uma maneira natural, quebrando a fina parede que existe entre realidade e ficção e sem dizer uma palavra.

Rojo
, um projeto de Mireia Miracle que chega a Arouca para fazer a sua estreia em Portugal. “De manhã agarro nas malas e vou. Viajar, atuar, viver um sonho. Crescer, é deixar para trás a velha pele a que pertencemos. Passamos a vida escondidos numa concha, protegidos.
De nada me serve tudo aquilo que pensava saber e que dava como certo... Rumo em direção ao vazio”

Trás la escoba
, um espetáculo de teatro circo da companhia Cia Barre. Este grande espetáculo assenta na jornada de trabalho de um varredor de rua, cheio de humor e o carisma dos filmes mudos. O protagonista vai encontrando diferentes e diversas situações, quase sempre causados por suas confusões e diferenças, acabando por transformar o caos num bonito circo cheio de habilidades fantásticas, vassouras manipulação e acrobacias.

Filhos da profissão, uma criação FARA do Teatro Experimental de Arouca. Quatro amigos que vivem numa pequena aldeia e sentem que tem de procurar oportunidades na cidade. Três seguem o seu caminho longe da terra que os viu crescer, deixando para trás o seu irmão que optou por explorar o que a terra tinha para lhe dar. Espera-se um final em que se reencontram naquele que é o local onde tudo começou, havendo lugar a histórias e partilhas de experiências vividas.
 
Nesta edição e à semelhança das anteriores, o FARA reserva ainda um espaço o habitual, o Mercado das artes, espaço em que o público pode observar escultores, lustradores, pintores e até artesãos locais que trazem a sua arte ao público do festival. 

 
 
 
Arouca, História de um Mosteiro

 
Regeneração Urbana
 
Agenda de Eventos
 
 
Candidaturas Abertas

 
Portal SIGA

 
Portal do Cidadão Surdo

 
 
 
 
© Câmara Municipal de Arouca | Desenvolvido por [+|-] Energica