Home
 
APRESENTADO PROGRAMA DE INTERVENÇÃO NO MOSTEIRO DE AROUCA PDF Imprimir e-mail

Image

Foi apresentado, a 25 de novembro, o Programa de Intervenção Mosteiro de Arouca, que será desenvolvido pela Direção Regional de Cultura do Norte e cofinanciada pelo programa Norte 2020, significando um investimento de aproximadamente 1 milhão de euros. A cerimónia de apresentação decorreu na Sala do Capítulo do Mosteiro de Arouca e foi presidida pelo Ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes. Contou ainda com as presenças do Diretor Regional da Cultura do Norte, António Ponte, da Presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém, e do Juiz da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda, Arnaldo Pinho.
 
“Hoje é o dia muito importante em que assinalamos o relançamento do Mosteiro como âncora de desenvolvimento cultural a nível regional e também do Norte de Portugal”, afirmou a autarca arouquense, recordando que este tem sido um processo longo e difícil, no qual o Município tem estado significativamente empenhado. “Este passo custou e custou muito, mas o importante é que o demos e tal só foi possível porque trabalhamos com todas as entidades e vamos continuar com esta concertação de esforços”, vincou. Sublinhando que o monumento é “símbolo da identidade arouquense que importa preservar e dignificar”, Margarida Belém defendeu que é imperioso "trazer o Mosteiro até ao século XXI”.
 
A longa história e vida do Mosteiro também foram destacadas pelo Diretor Regional da Cultura do Norte. “O Museu tem uma longa história, um longo processo de gestão e queremos que ele tenha um futuro diferente, que caminhe numa nova direção que temos vindo a definir com a Câmara Municipal de Arouca, Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda, Paróquia de Arouca”, disse António Ponte. O Programa agora apresentado inicia, na perspetiva do diretor, “uma nova fase na vida do Mosteiro de Arouca, em que todos vamos contribuir para que esta história seja contada”.

A intervenção assenta em três candidaturas e integra ações a nível material, como é o caso da criação de uma estrutura de acolhimento aos visitantes e obras nos vãos da igreja, e imaterial, com a promoção do evento cultural “Dias do Património a Norte” e uma composição musical original de celebração do património monástico, entre outras iniciativas. Outubro de 2019 é a data de conclusão de todas as ações.

Após a apresentação de todas as dinâmicas, o Ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, mostrou-se convicto de que este projeto “vai trazer um grande dinamismo à região.” Não concebendo o património “como qualquer coisa que tenha de estar numa redoma”, o governante defendeu que é necessário “encontrar formas mais ativas e participadas, sempre com respeito pelo valor estético e histórico, pela traça e pelo significado simbólico de cada monumento”, pelo que é objetivo do programa apresentado melhorar a abertura do Mosteiro à fruição pública, à comunidade e ao turismo.
 
 
Apresentação na Sala do Capítulo
 
 
Cadeiral
 
 
Museu de Arte Sacra
 
 
Cozinha do Mosteiro

 
 
 
Regeneração Urbana
 
Em Arouca Acontece
 
Blogue do Ambiente
 
Portal SIGA

 
Portal do Cidadão Surdo

 
Arouca no Google Earth

 
Inquérito online
 
 
 
© Câmara Municipal de Arouca | Desenvolvido por [+|-] Energica