Home
 
DIREÇÃO REGIONAL DE CULTURA PROMOVE REUNIÃO DE APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO NO MOSTEIRO PDF Imprimir e-mail

Image

A Direção Regional de Cultura do Norte promoveu, no início desta semana, em Arouca, uma reunião preparatória de apresentação do projeto de intervenção no Mosteiro de Arouca, no âmbito da “Operação Mosteiros a Norte”, com representantes da Câmara Municipal de Arouca, da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda, da Paróquia de Arouca e do Centro Juvenil Salesiano.
A reunião ocorreu poucos dias após a visita do Ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, a Arouca, durante a qual presidiu à Cerimónia de Apresentação dos Projetos de Financiamento previstos para o Mosteiro de Arouca.

A reunião preparatória agora realizada visou dar a conhecer aos participantes, de modo mais detalhado, a intervenção prevista para o Mosteiro de Arouca, por forma a garantir o alinhamento face à visão futura que se pretende para aquele conjunto arquitetónico e museológico.

António Ponte, Diretor Regional de Cultura do Norte, reforçou o objetivo de alcançar um modelo de gestão articulada para o monumento, tendo vindo a desenvolver esforços no sentido de gerar consensos que permitam transformar o Mosteiro de Arouca num polo patrimonial de elevada riqueza histórica e acentuado dinamismo cultural, não só para o concelho de Arouca, mas também para a Região Norte.  

O trabalho próximo e de parceria já havia sido salientado pela Presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém, no passado sábado, tendo assegurado então que se iria dar continuidade a essa concertação de esforços por forma a preservar e dignificar o Mosteiro de Arouca e todo o seu acervo, trazendo-o para o século XXI.

 
Intervenção no Mosteiro de Arouca

No Mosteiro de Arouca no âmbito da Operação Mosteiros a Norte, desenvolvida pela Direção Regional de Cultura do Norte e cofinanciada pelo Programa Norte 2020, será investido cerca de 1 milhão de euros.

Dada a existência de instalações obsoletas e desajustadas dos espaços de receção do visitante prevê-se uma empreitada de Instalação da Estrutura de Acolhimento do visitante, que inclui receção, bengaleiro, posto de vendas, instalações sanitárias, vestiário, elevador e dispositivos para pessoas com mobilidade reduzida e ainda a concretização do Espaço da Memória que, para além da musealização de vestígios medievais, irá albergar sistemas multimédia para visualização/audição de conteúdos interpretativos do Mosteiro (Mafalda Sanches e 10 Séculos em 10 minutos). A complementar estes trabalhos será concebida e implementada a sinalética para melhor informação dos visitantes.

Atendendo ao mau estado dos janelões da Igreja e coro-alto está preconizado substituírem-se todos os respetivos caixilhos tendo em conta questões de sustentabilidade térmica, ambiental e de manutenção com o objetivo de melhorar-se as condições de conforto dos visitantes.


Sobre a Operação Mosteiros a Norte

Os MOSTEIROS A NORTE - Arouca, Grijó, Rendufe, Tibães, Pombeiro e Vilar de Frades - constituem um importante legado da arquitetura religiosa monástica a norte de Portugal. Estão classificados como Monumentos Nacionais ou Imóveis de Interesse Público, sendo por isso prioritária a sua preservação, valorização e divulgação. Simultaneamente assumem pela sua dimensão e valor patrimonial, uma forte presença no território, e constituem polos dinamizadores de atratividade na paisagem rural e urbana onde se inserem, pela proximidade com os respetivos centros urbanos de Arouca, Vila Nova de Gaia, Amares, Braga, Felgueiras e Barcelos.

Pretende-se com a implementação da rede de MOSTEIROS A NORTE dar continuidade às intervenções de consolidação do edificado, melhorando e criando espaços de receção/acolhimento, articulando com o reforço de iniciativas culturais e artísticas (criação da composição/paisagem monástica e ciclo de interpretação itinerante nos mosteiros) e de divulgação dos espaços monásticos como polos de atração no território e consequente aumento do número de visitantes e criação de novos públicos. É objetivo desta Operação privilegiar a fruição e usufruto do património cultural como uma rede temática de grande valor resultante do aprofundamento da interpretação dos percursos de visita.

 
Intervenção no Mosteiro 2017
 
Intervenção no Mosteiro 2017
 
 Intervenção no Mosteiro 2017
 
 
 
 

 
 
 

 
 
 
Regeneração Urbana
 
Em Arouca Acontece
 
Blogue do Ambiente
 
Portal SIGA

 
Portal do Cidadão Surdo

 
Arouca no Google Earth

 
Inquérito online
 
 
 
© Câmara Municipal de Arouca | Desenvolvido por [+|-] Energica