Home
 
CONFERÊNCIA SOBRE MEMÓRIA, PATRIMÓNIO E IDENTIDADE ASSINALA 2.º ANIVERSÁRIO DO CÍRCULO PDF Imprimir e-mail

Image

“Cultura e Democracia: a memória, o património e a construção de identidades” é o tema da próxima “Conferência de Arouca”, que terá lugar a 3 de fevereiro, pelas 17:00, no auditório da Loja Interativa de Turismo. O professor José Eduardo Franco é o conferencista convidado. A sessão assinala o 2.º aniversário da associação Círculo Cultura e Democracia, criada em janeiro de 2016. A entrada é livre.

José Eduardo Franco é historiador, poeta, ensaísta, especializado em História da Cultura. Autor de múltipla obra publicada, são-lhe também reconhecidas qualidades de comunicador, animador e fomentador de debates. Na conferência «Cultura e Democracia: a memória, o património e a construção de identidades”, o professor promoverá o debate e a reflexão sobre o esforço intenso e quase permanente que se tem assistido ao longo da história da cultura portuguesa no sentido de procurar definir, construir e reconstruir o modo como nos entendemos como povo, particularmente nos momentos de euforia ou de crise grave, na sequência da ascensão e queda de regimes ou no contexto de fortes ameaças externas.


José Eduardo Franco | Nota Biográfica

Professor Catedrático da Universidade Aberta e titular da CIDH - Cátedra FCT/Infante Dom Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globalização (Universidade Aberta/CLEPUL - Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa). Membro da Academia Portuguesa da História.
 
Dirigiu, entre muitos outros, um dos projetos editoriais de maior relevância cultural das últimas décadas com Pedro Calafate: a Obra Completa do Padre António Vieira em 30 Vols. Entre as suas obras de referência destacam-se as seguintes: O Mito de Portugal, Lisboa (FMMVAD/Roma Editora, 2000); O Mito dos Jesuítas em Portugal e no Brasil, Séculos XVI-XX, em 2 Vols. (Lisboa, Gradiva, 2006-2007); Dança dos Demónios: Intolerância em Portugal, coordenado com António Marujo (Lisboa, Círculo de Leitores/Temas e Debates, 2009); Fátima, Lugar Sagrado Global, em coautoria com Bruno C. Reis, (Lisboa, Circulo de Leitores, 2017).
 
Foi-lhe atribuída, em 2015, a Medalha de Mérito Cultural do Estado Português, o mais importante galardão atribuído pelo Governo Português, como reconhecimento dos serviços prestados à Cultura e à Ciência.
 
 
 
Regeneração Urbana
 
Em Arouca Acontece
 
 
Candidaturas Abertas

 
Portal SIGA

 
Portal do Cidadão Surdo

 
Arouca no Google Earth

 
Inquérito online
 
 
 
© Câmara Municipal de Arouca | Desenvolvido por [+|-] Energica