Home
 
CHAMADA ABERTA PARA A CRIAÇÃO DE UM CONCERTO COMUNITÁRIO EM AROUCA PDF Imprimir e-mail

Image

Se és músico e és de Arouca, este projeto é para ti. A Câmara Municipal e a Direção Regional de Cultura do Norte promovem um espetáculo musical de criação colaborativa com músicos de Arouca. Todos são convidados a integrar esta criação, não havendo limite de idade, de instrumento nem obrigatoriedade de existir uma ligação profissional à música.

O Concerto de Comunidade será apresentado no próximo dia 21 de abril, no Mosteiro de Arouca. A coordenação está a cargo de António Serginho (Retimbar, Manel Cruz) e Sara Yasmine (Sopa de Pedra).

O desafio está lançado. Junta-te ao projeto e participa nesta experiência de criação musical inspirada em Arouca e nos arouquenses. Inscreve-te em https://goo.gl/forms/rFn6mPTobc7XyXKY2
 
Esta iniciativa enquadra-se no projeto "Dias do Património a Norte", cofinanciado pelo Programa Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
 
 
Sobre os coordenadores

António Serginho

Estudou na Escola Profissional de Música de Espinho e frequentou a Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo, no Porto, com o professor Miquel Bernat.

Como músico multi-instrumentista, arranjador, ator, orientador de workshops, compositor ou como diretor musical participou em bandas, espetáculos e gravações, dos quais se destacam: Zelig, Foge Foge Bandido, Sérgio Godinho, Deolinda, Dead Combo, "Ubus”, “Beiras” e “Tambores na Noite” - TNSJ, Teatro do Frio e Radar 360º, “Desafinado” - Paulo Ribeiro/Dançando com a Diferença, “Bombos com e para todos” - Braga – Capital Europeia da Juventude 2012, “Tecelões de Histórias” - Teatro Viriato. Como membro do Drumming, participou nas gravações e nos concertos do disco “Unreal: Sidewalk Cartoon” de Bernardo Sassetti, entre muitos outros espetáculos em Portugal e no estrangeiro.   

Atualmente toca com Manel Cruz e coordena o grupo de percussão portuguesa Retimbrar, com o qual tem participado em diversos festivais em Portugal e no estrangeiro e coordenado vários projetos com grupos tradicionais de folclore.


Sara Yasmine

Sara Yasmine já correu mundo o quanto pôde e quase sem querer. Entre todas as paragens, transitou desde cedo entre a música e a dança. Coisa de família. Apesar de nascer no Cairo, viveu a infância em Macau onde, levada para o ballet, conheceu também o folclore junto da comunidade portuguesa. Voltava a Portugal, todos os verões. A outros países ia só de visita. Agarrou o piano por pouco, mas a música moía, dentro e fora de casa, eram já os irmãos crescidos. Tinha 12 anos quando chegou ao Porto. Descobriu-se que afinal também cantava. Alinhou em juntar-se a um coro e no liceu despertou para a percussão. Girou entre as danças e fez amizade. Dos seus clãs favoritos, tem dois por perto, ora Retimbrar ora Sopa de Pedra, e a coisa de que mais gosta é do que a música faz às pessoas.


 

 
 
 
 

 
 
 
 
Regeneração Urbana
 
Agenda de Eventos
 
 
Candidaturas Abertas

 
Portal SIGA

 
Portal do Cidadão Surdo

 
Inquérito online
 
 
 
© Câmara Municipal de Arouca | Desenvolvido por [+|-] Energica